Publicado por: evis10 | agosto 2, 2011

“A Rita vai sofrer muito ainda”, diz sua intérprete, Julianne Trevisol, na novela Vidas em Jogo

http://i2.r7.com/trevisol-hg.jpg
Michel Ângelo/Record

A atriz Julianne Trevisol tem sofrido muito na pele da batalhadora Rita da novela Vidas em Jogo (Record). A personagem é cheia de conflitos na trama de Cristianne Fridman

Batalhadora, a mocinha Rita não tem paz na novela Vidas em Jogo(Record). Interpretada pela atriz Julianne Trevisol, a personagem vive uma fase turbulenta na trama de Cristianne Fridman. É um sofrimento só e mar de lágrimas sem fim.

Só para se ter uma ideia, ela foi expulsa de casa, sofreu agressão do pai, Adalberto (Luiz Guilherme), está sendo injustamente acusada do sequestro de Patrícia (Thaís Fersoza), foi presa por agressão e, ufa!, ainda não vê correspondido seu grande amor por Francisco (Guilherme Berenguer).

Em entrevista ao R7, Julianne Trevisol acha que a fase ruim de deve ao fato de Rita “enfrentar a vida”.

– A Rita é muito corajosa. Ela enfrenta a vida. E as pessoas corajosas acabam sempre tendo que passar por conflitos. Além disso, ela é boa filha, amiga, apaixonada…

O drama familiar – sua mãe, Zizi (Lucinha Lins) é agredida também por Adalberto – é para a atriz uma boa oportunidade de se tocar no delicado tema da agressão doméstica e, por tabela, na questão do preconceito.

– É bacana alertar para o conflito familiar. O pai tem um preconceito muito grande com a dança. Ele acha que quem ser bailarina é prostituta. Rita o enfrenta o tempo todo e foi atrás do seu sonho, não desistiu.

Mas Julianne não prevê um céu de brigadeiro em breve na trama para sua Rita.

– A Rita vai sofrer muito ainda. Apesar de a Patrícia estar fora da jogada e deixar o caminho aberto para o Francisco, tem a mãe dela, a Regina [Beth Goulart]. Ela é poderosa e é capaz de armar as maiores situações para incriminar a Rita no caso do sequestro da filha.

As brigas com o pai agressor devem engrossar nas próximas semanas.

– O Adalberto está descompensado! A Rita já está desconfiada que foi ele quem agrediu a mãe e vai descobrir a verdade. Ela deve dar parte do pai na polícia e vai comprar a causa. Vai com tudo. Acho difícil ela perdoar o pai.

Pelo menos no quesito amor as coisas estão melhorando.

– Ela já começa a ter um momento de esperança. Com a separação, o Francisco começa a reparar melhor nela. Quem sabe agora ele não descobre que a Rita pode ser uma mulher bacana na vida dele?

Apesar de tudo, a dançarina e boleira da doceria de Dona Augusta (Denise Del Vecchio) não perde o rebolado.

– A Rita é forte. Ela já passou pelas piores coisas e foi trabalhar normalmente no dia seguinte. É uma otimista, apesar das adversidades.

Fora da TV, Julianne também enfrente uma turbulência, mas bem diferente.

– Estou com um turbilhão de trabalho! Não tenho tempo para nada. Mas estou muito feliz com o resultado e torcendo muito pela Rita. Nas ruas, as pessoas querem vê-la dançando e ao lado do Francisco.

R7


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: